tempo profundo

(2021)

 

Este projeto foi realizado durante o Programa de Resiliência Resiliência na Serra da Mantiqueira (Brasil), apoiado por Serrapilheira (BR), Pro Helvetia da América do Sul (CH) e Swissnex (CH).

/

 

 

       PedroHurpia             ///// Projects               //// Videos              /// Bio               // Research               / Info

 

EN | PT

 

tempo profundo | 2021

 

video still

HD | 16:9 | 10'42" | estéreo | cor

 

 

Esse projeto é um convite para um deslocamento na percepção de nosso entorno, uma mudança de perspectiva sobre seres não-humanos (ou mais-que-humanos) e coisas ditas 'inanimadas'.

O tempo geológico opera em uma escala de tempo diversa da capacidade de percepção humana.  Mesmo os mecânismos mais apurados de cálculo de idade das rochas, por meio da Datação Radiométrica, possuem uma margem de “erro” de um milhão de anos. Isso é algo que está longe da nossa percepção de vida biológica.

 

A utilização de dispositivos tecnológicos ao meu alcance e dentro de limitações técnicas, teve o intuito de especular uma dimensão “outra” das coisas, como ao colocar lado a lado uma representação do espectro sonoro do batimento de asas de um beija-flor captado em meu trabalho de campo, em contraponto ao video em câmera lenta mostrando a projeção da luz solar refletida na água corrente de um rio sobre uma rocha  indicando um processo de intemperismo lento na superfície daquele mineral.

 

 

 

tempo profundo | 2021

 

video still

HD | 16:9 | 10'42" | estéreo | cor

 

Medindo coisas | 2021

 

Processo criativo

Régua de ângulo e luvas

Dimensões variáveis

 

No decorrer da Residência foram realizados procedimentos e exercicios variados de medição e posicionamento diante do outro, de forma a desvirtuar a função original do instrumento utilizado e trazendo um viés poético ao movimento ou ação.

 

tempo profundo | 2021

 

Detalhe da Instalação

Rocha ígnea, poeira, acrílico e cobertor térmico

Dimesões variáveis

 

tempo profundo | 2021

 

video stills

HD | 16:9 | 10'42" | estéreo | cor

 

 

A narrativa ficcional “tempo profundo” foi filmada em dois locais distintos, na Área de Proteção Ambiental da Serrinha do Alambari e no planalto do Parque Nacional do Itatiaia. A construção do roteiro deu-se a partir de elementos e situações que proporcionavam uma dimensão única da relação tempo e espacial dos seres e objetos inanimados em seus contextos. A escolha dos pássaros como personagens ativos, por exemplo, deveu-se à especulação de que esses seres seriam os “olhos” da montanha, dada a presença sazonal de seres humanos na região.

 

intemperismo n.1 | 2021

 

Luz s/ rochas

Dimensões variáveis

 

intemperismo | 2021

 

Impressão de jato de tinta s/ papel

Dimensões variáveis

 

tempo profundo | 2021

 

Vista da instalação

Desenho, madeira, impressão de jato de tinta s/

 papel e broca de titânio escalonada

Dimensões variáveis

 

Regras para Tudo | 2021

 

Vista da instalação

Régua, rocha ígnea e broca de titânio escalonada

Dimensões variáveis

 

tempo profundo | 2021

 

Vista da instalação

Desenho, madeira, impressão de jato de tinta s/

papel e broca de titânio escalonada

Dimensões variáveis

 

tempo profundo | 2021

 

video still

HD | 16:9 | 10'42" | estéreo | cor

 

fraturas | 2021

 

Captura de tela | processo criativo

Som editado de pássaro para o video final.